Guarda Municipal de Petrolina

Páginas

quarta-feira, 19 de fevereiro de 2014

Curitiba adota carros elétricos na frota pública

Curitiba, capital do Paraná e referência mundial em projetos ambientais, apresentou nesta quarta-feira 13 veículos elétricos que serão usados pela guarda municipal e outros órgãos da prefeitura, em uma iniciativa para reduzir as emissões poluentes.

A iniciativa, a primeira deste tipo no país, transforma Curitiba na cidade com mais carros elétricos para o serviço público no Brasil.

O projeto "Curitiba Eco-Elétrico" conta com a parceria do fabricante francês Renault, que cedeu dez dos veículos, e da central hidrelétrica de Itaipu que doou três microônibus.

A iniciativa também prevê a instalação de postos de abastecimento para veículos elétricos e a assinatura de um acordo entre a prefeitura, o fabricante francês e a hidrelétrica para desenvolver tecnologias de mobilidade elétrica.

Para o prefeito, Gustavo Fruet, o projeto representa "o desenvolvimento de tecnologia em Curitiba; trabalhar com emissão zero; cumprir metas ambientais e aproveitar essa tecnologia principalmente na mobilidade".

Fruet acrescentou, em declarações aos jornalistas, que a introdução destes carros quer contribuir para "uma mudança de comportamento da sociedade, que é um processo permanente".

Segundo o prefeito, essa mudança se consegue "com a utilização de energias alternativas e com estacionamentos para bicicletas".

O diretor-geral de Itaipu no Brasil, Jorge Samek, disse à agência Efe que a energia elétrica "é mais limpa, mais eficiente, e muito mais barata em comparação com a empregada nos carros, como a gasolina".

Samek também se referiu ao carro elétrico como "o depósito compulsório perfeito entre a necessidade de dar emprego as pessoas e, ao mesmo tempo, preservar o meio ambiente".

O responsável da hidrelétrica disse que Curitiba "é uma cidade referência em planejamento urbano, em mobilidade e em preservação ambiental", o que, para ele, "fecha perfeitamente o círculo".

Itaipu pesquisa sobre essa tecnologia desde 2006 e desenvolveu até agora 80 protótipos de veículos com motor cem por cento elétrico.

Curitiba, considerada pela ONU como modelo em planejamento urbano e projetos ecológicos, foi o berço do sistema de transportes com ônibus articulados por vias exclusivas, atualmente utilizado em cidades como Rio de Janeiro, Santiago e Bogotá.

.terra.com.b

Nenhum comentário:

Postar um comentário