Guarda Municipal de Petrolina

Páginas

sexta-feira, 30 de agosto de 2013

AMERICANA SP, É EXEMPLO DE GOVERNO QUE INVESTE NA GUARDA MUNICIPAL


ONDE TUDO COMEÇOU

A Guarda Noturna de Americana começou em meados de 1943, a partir de um ideal em comum, dos senhores Antônio Romeu Cordenonsi, João Miguel Honsi e João Testa Basso. Na época este município contava com apenas algumas ruas, sendo elas: Trinta de Julho, Fernando de Camargo, 12 de Novembro e a Avenida Dr. Antônio Lobo, todas situadas ao redor da estação ferroviária.

LEI MUNICIPAL DE Nº 596

Assim transcorreram-se vários anos, quando em 10 de Julho de 1964, foi criada a lei municipal de nº 596, que estabelecia a criação da Guarda Noturna Municipal, com sede neste município.
DESARMADA

Em 11 de setembro de 1975, por determinação do Secretário de Segurança Pública do Estado de São Paulo, a Guarda Municipal de Americana foi desarmada, provocando um descontentamento geral, tendo seu efetivo remanejado para atuar como vigilantes municipais durante dois anos.

REARMADA
Rearmada em 1979 com muito esforço da comissão composta pelos ilustríssimos senhores: Vereador Abelardo Fonseca Neto, Empresário Carrol Meneghel e o Presidente da Associação Comercial, Braz Rosolém, instaurada pelo Prefeito da época, o Sr. Doutor Waldemar Tebaldi, voltou às suas atividades normais no comando do então Diretor Sr. Carrol Meneghel.

SALVO CONDUTO

Em 2003 foi instituída a Lei Federal n° 10.826, conhecida como Estatuto do Desarmamento, que limitava o porte de arma aos guardas municipais somente em serviço. Diante dessa situação o Meritíssimo Senhor Juiz de Direito Dr. André Carlos de Oliveira, da 1ª Vara Criminal da Comarca de Americana – SP, sabedor dos riscos que os guardas municipais têm devido às atividades que desenvolvem, sabiamente concede Salvo Conduto, autorizando os guardas municipais de Americana a portarem armas de carga da corporação, durante 24 horas, essa decisão foi confirmada pelo Tribunal de Justiça – SP


EVOLUÇÃO

Em 2000 foi criado um grupo diferenciado de elite denominado ROMEP (Ronda Ostensiva Municipal Especial Preventiva).
Foi criado o Grupo de Instrutores de Armamento e Tiro passando assim a ter em seu quadro, guardas para ministrarem instruções de tiro. Surge também, o Hino da Guarda Municipal de Americana, composto pelo Sr. Oséas Sass, lei municipal nº 3510 de 2000, iniciando os trabalhos de resgate histórico da corporação.
Já em 2001, no comando do Sr. Belchior da Silva, retorna o antigo símbolo que sofre pequenas alterações e começa a troca de armamentos, onde são adquiridas pistolas semi-automáticas, calibre .380 ACP.

TRÂNSITO

Em 30 de Agosto de 1991 Americana sedia o II Congresso Nacional de Guardas Municipais e nos anos de 1995 e 1996 foram construídas guaritas nas principais entradas da cidade.
Em 1998, sob o comando do Capitão Sr. Luiz Antônio Crivelari da Polícia Militar em Americana foi mudado o símbolo da nossa Guarda e no mesmo ano, com advento do Código Trânsito Brasileiro, Lei Federal de nº 9.503 de 23/09/1997, o município de Americana passou a integrar ao Sistema Nacional de Trânsito. Em vista disto, foi criado o primeiro grupo de Agentes de Trânsito, surgindo assim a ROTRAN, composta por guardas civis municipais nomeados pelo prefeito através de decreto.
Compete aos agentes de trânsito a fiscalização, monitoramento e autuação no que tange parada, circulação e estacionamento de veículos de motoristas infratores.

RECONHECIMETO

Dentro das corporações de segurança pública na cidade, os policiais que se destacaram na Guarda Municipal de Americana, pelo recebimento do título"Policial Padrão" entregue pela Câmara Municipal, instituído através DECRETO LEGISLATIVO N.º 435, DE 9 DE ABRIL DE 2009, foram chamados internamente de "Policiais Modelo".

Estes são os policiais da Guarda Municipal de Americana, que se destacaram no exercício de suas funções e na prestação de relevantes serviços à comunidade e foram merecidamente homenageados como modelo de profissionais e cidadãos americanenses.

A CONSTITUIÇÃO DA SUA ENTIDADE

A Guarda Municipal de Americana (G.M.A), é uma entidade autárquica criada pela lei n° 596 de julho de 1964, que atua como corporação uniformizada e armada, de acordo com o prescrito no inciso 8° do artigo 144 da constituição Federal, combinado com artigos 214 a 217 da lei orgânica do Município de Americana, que tem por finalidade proteger os bens, serviços e instalações publicas Municipal e realizar o Patrulhamento preventivo e disciplinar, colaborar com o Estado na manutenção da ordem e segurança publica.
Com exercício de vigilância diurna e noturna nas vias e logradouros públicos e prestação de serviços á população, nos casos de necessidade, alem das atribuições legais relativas á fiscalização de transito.
OS GRUPOS QUE CONSTITUEM A NOSSA GUARDA
O corpo principal da Guarda Municipal é chamado de Operacional sendo este responsável pelos patrulhamentos em bairro, escolas, prédios públicos e também pelo atendimento imediato a população do Operacional nasceu a ROTRAN (Rondas Ostensivas de Transito), ROMEP (Rondas Municipais Especiais Preventivas) e o GPA (Grupo de Proteção Ambiental).
A Guarda Municipal conta com um quadro de 14 vigias, sendo estes responsáveis pela proteção de prédios públicos, onde são equipados com rádios transmissores e cassetetes.
Estes contratados através de concurso público para suprir as necessidades em postos fixos fechados, liberando os guardas para o patrulhamento preventivo em nosso município.


INFOSEG - Sistema de Consulta de Dados
- Porte de Arma
- Criação do Canil
- Tele centro
- CTG - Centro de Treinamento da GAMA
- Armas não letais - GASES
- Armas não letais - TASER
- Novas Pistolas
- 4 Espingardas Calibre 12
- Renovação de frota - Viaturas Operacionais
- 4 Viaturas Blazer - ROMEPs, Comando, Canil
- 3 Bases Móveis de Monitoramento
- 150 novos GCMs (Primeiro Pelotão Feminino)
- CIG - Centro de Inteligência da Guarda, Controle Vídeo Monitoramento
- Entre investimentos e expansão 16 milhões em 3 anos, 4 milhões por ano até 2012


EXTRUTURA


Grupos Operacionais
Operacional
Rotran
Romep
GPA
Canil
Área Azul
Anjos da Guarda


NÚMEROS

Julho 2013

Total de ocorrências
3347 Flagrantes
8 Indivíduos Presos
14 Menores encaminhado ao NAIA


SAIBA MAIS EM:http://www.gama.sp.gov.br/estrutura.asp