Guarda Municipal de Petrolina

Páginas

quinta-feira, 3 de outubro de 2013

Aprovados em concurso público para guarda municipal de Petrolina cobram convocação da prefeitura

A demora da Prefeitura de Petrolina em convocar os aprovados no concurso público realizado pelo município para o preenchimento de vagas na Guarda Municipal vem gerando a revolta entre alguns aprovados no certame, que decidiram enviar um e-mail ao Blog. Por receio de alguma represália, eles preferiram assinar o manifesto coletivamente.
Confiram:
Guarda MunicipalCarlos Britto, venho por meio desse Blog denunciar o descaso que a Prefeitura Municipal de Petrolina está tendo com a Guarda Municipal e, consequentemente, com os aprovados do concurso público para o respectivo cargo. Pois bem, vamos aos questionamentos:
1 – Até agora a sede da guarda municipal (localizada dentro do Parque Josepha Coelho) ainda não foi inaugurada. Nós, que pagamos altos impostos, não temos direito a uma justificativa da não inauguração dessa obra tão importante?
2 – O prefeito, recentemente, enviou uma carta de apoio à PL 1332 (Regulamentação das Guardas Municipais). Mas por que o mesmo não começa dando exemplo em sua cidade e convoca mais aprovados do concurso?
3 – Após mais de 10 anos do último concurso, realizado em 2002, o qual nomeou mais de 100 Guardas Municipais (GM’s), a prefeitura realiza um certame para 30 vagas (conforme notícia oficial: http://www.petrolina.pe.gov.br/2010/noticia_21.php?id=1267), mas apenas nomeia 19 aprovados (conforme Decreto n°91, de 14 de maio de 2012), e, mesmo assim, graças a uma corajosa campanha da Associação dos Guardas Municipais, pedindo um número maior do que apenas 15 aprovados. Por que motivo houve essa gritante diminuição de vagas?
4 – Todos os meses há guarda municipal pedindo exoneração, diminuindo ainda mais o efetivo, o qual consta, em lei, mais de 90 cargos vagos. Enquanto isso, vários aprovados no concurso ainda aguardam a convocação. Por que tanta demora, se já se sabe da demanda e da necessidade de mais efetivo?
5 – Os prédios públicos estão altamente vulneráveis. A instalação de câmeras é uma ferramenta que ajuda na prevenção e identificação de indivíduos, mas não é a principal medida que coíbe o vandalismo. Por que o Poder Executivo Municipal não dá continuidade às próximas chamadas do concurso público e, assim, contrata mais guardas municipais?
Gostaríamos de uma resposta da Secretaria de Administração, Secretaria de Segurança Cidadã ou qualquer outro representante da prefeitura municipal. Salientamos, desde já, que sabemos que as vagas ofertadas em edital foram preenchidas, ficando as demais em cadastro de reserva. Mas diante de tamanho déficit operacional e efetivo da guarda municipal, a prefeitura não irá realizar mais convocações? Será que a “necessidade e conveniência” da administração não estão sendo, de fato, negligenciadas?
Aguardamos respostas, como cidadãos petrolinenses e fiscalizadores da coisa pública.
Aprovados do concurso público da Guarda Municipal de Petrolina
Fonte: Carlos Britto

Nenhum comentário:

Postar um comentário