Guarda Municipal de Petrolina

Páginas

sexta-feira, 25 de novembro de 2011

SECRETARIA DE ORDEM PÚBLICA COM O APÓIO DA GUARDA MUNICIPAL DE PETROLINA REALIZA AÇÃO DE COMBATE A GRILAGEM DE TERRAS PÚBLICAS NO BAIRRO TERRAS DO SUL


Como forma de assegurar qualidade de vida também à população mais carente do município de Petrolina, desde a última terça-feira (22), a Prefeitura Municipal realiza uma ação de combate à grilagem de terras, ou seja, invasão de terras públicas no município. A ação acontece no bairro Terras do Sul e consiste na derrubada de dezenas galpões construídos irregularmente numa área equivalente a aproximadamente 20.000m².

O trabalho é uma ação conjunta que contou com o apoio das Secretarias de Ordem Pública, Infraestrutura, Segurança Cidadã, juntamente à Guarda Municipal e a Polícia Militar. De acordo com a Secretaria de Ordem Pública, órgão responsável pelo disciplinamento e ordem no município, os galpões foram construídos por empresários visando lucro próprio – ação classificada como irregular por se tratar de uma área pública, local destinada a atender famílias carentes. Os construtores portam apenas contratos de compra e venda, o que não qualifica como proprietário dos terrenos.

“A área pública não pode ser vendida e, portanto, a ação é configurada colmo irregular, por se tratar da invasão desse terreno visando benefício e lucros por parte dos responsáveis pelos galpões. Toda construção deve ser autorizada pela Prefeitura, regularizada com escrituras e por isso, a intervenção no sentido de coibir ações de grilagem em nosso município”, explicou o Secretário de Ordem Pública, Marcello Cavalcante.

Texto e Foto: Juciana Cavalcante
Assessoria de Comunicação Social
Prefeitura Municipal de Petrolina 
Postado por Gm Carlos

GUARDA MUNICIPAL DE FEIRA DE SANTANA - BA IMPEDE CHACINA EM ESCOLA


Por pouco não aconteceu, uma tragédia em Feira de Santana, parecida a que aconteceu no Rio de Janeiro há meses, quando naquela oportunidade, o ex-aluno Wellington Menezes de Oliveira, 24 anos, entrou na Escola Municipal Tasso da Silveira, situada na rua General Bernardino de Matos, no Oeste do Rio de Janeiro, dizendo que iria fazer uma palestrar e armado com dois revolveres calibre 38 e recarregando as armas, passou nas salas atirando contra os alunos.

Na manhã do dia 30 de outubro de 2011, por volta de 8h,30, na Escola Municipal Otaviano Ferreira Campos, situada no bairro Novo Horizonte foi invadida, por uma mulher armada com uma faca, falando que iria matar todos, ela foi identificada como Noberta Jesus Mota, 49 anos, residente na Rua Lauro de Freitas, no bairro Novo Horizonte. A tragédia não aconteceu, por que, a vigilante da escola, Marileide Fonseca, reagiu com um pedaço de pau.

A vigilante acionou a Guarda Civil Municipal, que imediatamente se deslocou para a escola, depois conduziu a acusada para Delegacia Especial de Atendimento a Mulher (DEAM). Na delegacia, Noberta demonstrou estado de psicose, alegando que queria ver uma pessoa que reside no interior do terreno da escola. “Eu estava armada mesmo, mais não queria matar ninguém, quero matar as pessoas que incomodam principalmente essas crianças, que anda me roubando, eu tenho até uma arma escondida dentro da minha casa”.

Investigadores da DEAM conduziram a mesma até a residência a procura da outra arma, mas, até o fechamento desta edição, a reportagem não tinha informações se encontrou ou não, outra arma na casa de Noberta.

ASSUSTADOS

A funcionária da Escola Municipal, Juliana da Conceição afirmou para reportagem, que a mulher invadiu a escola com a faca nas mãos, assustando a todos as crianças estavam desesperada. “Eu mesma, entrei correndo, numa sala e tranquei todos, ela estava armada com a faca e fiquei com medo de enfrentá-la, mais graças a Deus, a guarda conteve a mulher e conseguiu tomar a faca das mãos dela”.

O comandante da Guarda Civil Municipal de Feira de Santana - BA, Marcos Vinicius afirmou que, por pouco Feira de Santana, não era palco negativo nacionalmente, essa mulher estava “doida”, ela entrou com a faca nas mãos, querendo matar as crianças  e falando que ia dar café  e para isso tinha que matar alguém. negociamos   ela solicitou que eu tirasse os equipamentos  então a mesma se distraiu e foi imobilizada  e conseguimos prender a acusada”.

Fonte: Febaguam
Postado por: Gm Carlos

Servidores petrolinenses devem paralisar atividades na próxima segunda-feira

Os servidores municipais de Petrolina deverão paralisar as atividades na próxima segunda-feira (28). A decisão é decorrente da última assembleia da categoria, realizada no último dia 11 de novembro, no auditório do Hotel Grande Rio.
No mesmo dia o Sindicato dos Servidores Municiais de Petrolina (Sindsemp) programou, para as 8h, um ato na Câmara de Vereadores.