Guarda Municipal de Petrolina

Páginas

sábado, 24 de setembro de 2011

Operação da Guarda e PM recupera veículos e apreende drogas e armas

O diretor da Guarda Municipal, Odgar Nunes Cardoso, comenta sobre a operação...
 
Mais de 90 guardas municipais e 680 policiais militares participaram da Megaoperação Vida, de combate à criminalidade em Curitiba, da noite de sexta-feira (16) até este domingo (18). Foram montados 30 bloqueios policiais em pontos estratégicos da cidade. Foram vistoriados 2.492 veículos, 44 táxis, oito coletivos e 4.690 pessoas foram abordadas.

O resultado da ação foi apresentado nesta segunda-feira (19) pelo secretário estadual de Segurança Pública, Reinado de Almeida Cesar. Durante a Operação Vida foram recuperados 28 veículos, apreendidas duas armas de fogo e 33 munições, registrados 119 autos de infração, 10 flagrantes, 13 ocorrências envolvendo drogas e cumpridos 19 mandados de busca e apreensão.
 
O diretor da Guarda Municipal, Odgar Nunes Cardoso, disse a operação é mais uma prova da integração de forças de segurança determinada pelo governador Beto Richa e pelo prefeito Luciano Ducci. “A determinação de nossos governantes é para não medirmos esforços para garantir a tranquilidade das famílias curitibanas. Esse trabalho integrado já tem dado bons resultados”, afirmou.
 
O comandante-geral da PM, coronel Marcos Teodoro Scheremeta, disse que este tipo de ação será frequente em Curitiba. “Esta é uma das ações de reforço no policiamento determinadas pelo plano de segurança Paraná Seguro, do Governo do Estado, que prevê diversas ações na área da segurança pública. O apoio da Guarda Municipal tem sido fundamental. É deste tipo de parceria que precisamos”, afirmou.
 
Além da Guarda Municipal, participaram da operação efetivos policiais integrantes dos batalhões da capital (12º, 13º, 20º BPMs), do Batalhão de Polícia de Trânsito (BPTran), Batalhão de Polícia Ambiental (BPAmb), Batalhão de Operações Especiais (BOPE), Regimento de Polícia Montada (RPMon), Companhia de Eventos e da Escola de Formação de Oficiais (EsFO).

Nenhum comentário:

Postar um comentário